31.3.11

Matéria: Reivindicação de ataques incendiários contra automóveis e caminhonetes no mês de março -Argentina


Participação: ANA - Agência de Notícias Anarquistas

Matéria: Reivindicação de ataques incendiários contra automóveis e
caminhonetes no mês de março -Argentina
Data: 01 deAbril de 2011
*Comunicado:*

Existindo tantos companheiros que atuam pela liberdade dos presos e contra a
civilização que torna possível a vida carcerária, por que há tão poucos
ataques contra tudo o que alimenta a este sistema!

Nos sentimos identificados com aqueles que deixam de lado as palavras e
passam a ação aqui e agora. Não importa a forma ou a eficácia do ataque, o
importante é atacar de qualquer lugar para produzir um dano concreto nas
estruturas de Poder; e a melhor forma de fazê-lo é não respeitando os
cânones pré-estabelecidos pela sociedade, rompendo com os limites que são
impostos ao ser humano na Terra, como a programação da rotina do cidadão,
como as relações “regadas a bebidas” (etílicas) que consomem a energia dos
revoltosos mantendo-lhes entretidos igualmente como faz a TV…

O medo é nosso pior inimigo, mais ainda do que quem nos rouba a liberdade,
porque se antepõe entre o que nós podemos fazer e o que eles fazem; e o
combatemos sendo-lhe indiferente, ignorando-o, porque se lhe prestarmos
atenção seguramente nos seduzirá e nos levará com ele ao mundo da
passividade cúmplice desta realidade.

…Ainda que nos pareçam respeitáveis muitas lutas que vem sendo travadas, não
simpatizamos com elas porque essencialmente são reformistas e os que hoje
lutam pela não construção de uma estrada amanhã estarão fazendo turismo pelo
mundo ou votando nos ecologistas que nos governaram.

Assim são as coisas, ou são livres ou melhor que não o sejam.

E ser livre não é fazer o que se quer (porque sobre gostos não há nada
escrito nem haverá), já que o que um quer pode ser uma merda. Ser livre é
fazer o que um considera que se está certo, que respeita aos que são
afetados de fato, é ser responsáveis com a merda que defecamos porque se não
o fazemos o odor lhe vai chegar ao lado e ele não têm por que agüentá-lo.
Então a liberdade traz consigo o compromisso e a responsabilidade das
pessoas conscientes que a desejam e lutam por ela.

Cada um tem em sua mente a verdadeira razão de sua existência, alguns dormem
mais tranqüilos que outros, esses são os que estão convencidos do que fazem
e não andam pela vida pedindo desculpas ou perdão.

Nós reivindicamos os ataques incendiários contra automóveis e caminhonetes
do mês de março nas intersecções das seguintes ruas:

• Da Tecnica y Triunvirato

• Matienzo y Amenabar

• Fray Justo Santa Maria de Oro y Nicaragua

• Alejandro Margariños Cervantes y Andres Lamas

• Las Provincias y Huelguera

Amigo/as da Terra - Earth Liberation Front - Earth First.