19.6.09

Evento: VÍDEO ESTRÉIA - BEHIND THE MASK - SP

Participação: Vegan Staff.org
Evento: VÍDEO ESTRÉIA - BEHIND THE MASK - SP
Data: 28 de JUNHO de 2009 (DOMINGO)

ATENÇÃO - A VIDEO ESTRÉIA EM BREVE APRESENTARÁ O VÍDEO EM FORTALEZA E EM VÁRIAS CIDADES DO INTERIOR DE SÃO PAULO, ALÉM DE MARCAR PRESENÇA NO 12 VEGAN FESTIVAL NO RIO EM JULHO


Evento: PIQUENIQUE INTERVENÇÃO - SP

Participação: Vegan Staff.org
Evento: PIQUENIQUE INTERVENÇÃO - SP
Data: 28 de JUNHO de 2009 (DOMINGO)


PIQUENIQUE INTERVENÇÃO

Data: 28/06/09 - ULTIMO DOMINGO de JUNHO
Horário: 13h00 - PONTUALMENTE
Local: DESTA VEZ, NO PÁTIO DA ESCOLA DA CONSOLAÇAO, MESMO LOCAL DA MOSTRA DO VIDEO!
IMPORTANTE: TRAGA UMA COMIDA VEGAN (Não sabe fazer? - RECEITAS VEGANS)



maiores informações:

contato@veganstaff.org
www.veganstaff.org

8.6.09

Evento: Carta ao Movimento Estudantil da UECE

Participação: Vegan Staff.org - CAP. CEARÁ
Evento: Carta ao Movimento Estudantil da UECE
Data: 03 de JUNHO de 2009

No dia 03 de Junho de 2009 foi enviado uma carta ao Movimento Estudantil da UECE. Esta iniciativa partiu da Veagn Staff.org Capitulo Ceará e mostra de forma prática algumas das ações que podem ser relizadas no meio acadêmico em prol da Libertação Animal.


Carta ao movimento estudantil

O compromisso do movimento estudantil sempre esteve ligado as lutas e interesses dos seus associados, e nesse caso, como em um sindicato, deve se pautar nos desejos e aspirações coletivos da categoria.
Historicamente a luta estudantil sempre esteve na vanguarda da sociedade brasileira, e as bandeiras de lutas sempre se preocuparam em perpassar a luta pela educação, que tem sido o eixo central dessa frente de luta. Pois trata se da ferramenta de transformação social e essencial mais revolucionária até hoje posta em prática.
Entretanto, a humanidade se encontra em uma berlinda que nos obriga a implementar a luta em mais de uma frente. A urgência e o alargamento dessa frente se baseia não só na ofensiva capitalista; que a todos os aspectos da vida na Terra deseja dominar e controlar em uma planilha de possíveis lucros, deve se considerar que a velocidade com que consumimos nossos recursos naturais, o amanhã é uma incógnita.
A humanidade vem a muito tempo agredindo o meio-ambiente e os demais moradores do planeta. Mas como nunca, após a formatação industrial da produção, essa transformação da natureza tem se tornado em agressão de termos irremediáveis.
Muitas espécies já foram extintas, muitas outras estão prestes a se extinguirem, e a cada dia a previsão se torna mais sombria. O descontrole climático é facilmente perceptível, e a temperatura global e as enchentes são prova disso.
E em frente a tantos desafios, a própria educação deve ser vista como uma forma de transformar o próprio entendimento da vida social na Terra, pois é preciso incluir na pauta de lutas do próprio Movimento estudantil a preocupação com o destino prático e concreto do planeta. Para tanto, como proposta, viemos por meio desta sugerir uma agenda organizada de luta em comum, envolvendo os pontos:

- Apoio a construção da primeira semana vegetariana da UECE,
- Iniciar debate acerca da questão ética e do uso de animais em laboratórios,
- Jornada de luta pela opção vegetariana no Restaurante universitário, luta que se insere não apenas na diversificação do cardápio e por seguinte na melhoria do serviço prestado, mas também na assistência estudantil, lutando por mais recursos para o nosso restaurante.
- Programa de coleta seletiva do lixo dentro da UECE, como primeiro veiculo de educação ambiental.

Meio ambiente não é recurso, animais não são comida.
Vegan Staff.org – Capítulo Ceará

21.5.09

Evento: PIQUENIQUE INTERVENÇÃO - SP

Participação: Vegan Staff.org
Evento: PIQUENIQUE INTERVENÇÃO - SP
Data: 31 de MAIO de 2009 (DOMINGO)




PIQUENIQUE INTERVENÇÃO

Data: 31/05/09 - ULTIMO DOMINGO de ABRIL
Horário: 13h00 - PONTUALMENTE
Local: PRAÇA VEGAN
IMPORTANTE: TRAGA UMA COMIDA VEGAN (Não sabe fazer? - RECEITAS VEGANS)



maiores informações:

contato@veganstaff.org
www.veganstaff.org

16.4.09

Evento: PIQUENIQUE INTERVENÇÃO - SP

Participação: Vegan Staff.org
Evento: PIQUENIQUE INTERVENÇÃO - SP
Data: 26 de Abril de 2009 (DOMINGO)




PIQUENIQUE INTERVENÇÃO

Data: 26/04/09 - ULTIMO DOMINGO de ABRIL
Horário: 13h00 - PONTUALMENTE
Local: PRAÇA VEGAN
IMPORTANTE: TRAGA UMA COMIDA VEGAN (Não sabe fazer? - RECEITAS VEGANS)
TEMA: ARTE DA REVOLUÇÃO - FAIXAS E CARTAZES | TEMAS LIVRES


maiores informações:

contato@veganstaff.org
www.veganstaff.org

27.3.09

Divulgação: Vivissecção na PUC Minas

Participação: Vegan Staff.org
Divulgação: Vivissecção na PUC Minas
Data: 27 de Março de 2009


FONTE: GATO NEGRO
A PUC Minas está se negando a receber cartas de objeção de consciência de seus(suas) alunos(as) do curso de Ciências Biológicas, que se recusam em aprender utilizando animais como objetos didáticos.
A objeção de consciência é um direito de todos e todas, previsto na Constituição Federal Brasileira, que diz que quando algo não está de acordo com a nossa ética e consciência, e esta não é obrigatória por lei, ninguém pode nos obrigar a fazê-la. E o uso de animais para o ensino não é obrigatório.
A PUC está infringindo a lei e uma pessoa denunciou ao Ministério Público. O MP marcou uma audiência para a quinta que vem, dia 2/04, às 16h, na Av Raja Gabaglia, 615, 2 andar. O MP irá averiguar a negativa da PUC quanto às cartas de objeção de consciência.
Os animais são seres sencientes, com interesses, incluindo os de não serem usados como objetos e propriedade por nós, humanos. Atualmente, temos diversas ferramentas e recursos para aprender sobre Ciências Biológicas, Zoologia, Medicina Veterinária, Psicologia, Medicina Humana, etc, sem submeter animais à morte e dor. A Interniche Brasil é uma rede nacional de estudantes e professores que defende a humanização do ensino superior através da substituição do uso prejudicial de animais (http://www.internichebrasil.org/). Há vários livros brasileiros sobre o assunto, incluindo o "Alternativas ao Uso de Animais Vivos na Educação" do biólogo Sérgio Greif. Portanto, o que ainda permanece na academia é o conservadorismo, a falta de diálogo com os alunos, a hierarquia, o autoritarismo...

Apoie os alunos e alunas

1- Envie um email apoiando a atitude destes/as estudantes e repudiando a ação da PUC Minas
Envie uma mensagem para: ouvidoria@virtual.pucminas.br, ciencias@pucminas.br

Sugestão de mensagem
Apóio os estudantes do curso Ciências Biológicas, e de qualquer outro curso da PUC Minas, que se recusam a estudar utilizando e matando animais em aulas práticas e trabalhos acadêmicos. Os animais são seres sencientes e não deveriam ser usados e mortos como objetos didáticos. Atualmente, cresce o número de pessoas, incluindo pesquisadores e cientistas, que buscam viver e trabalhar eticamente, sem usar nenhum animal como propriedade humana.
É um direito de cada estudante a objeção de consciência!
É um direito de todo ser, seja este humano ou não-humano, ser livre de qualquer escravidão!
Peço a PUC Minas que respeite a decisão dos estudantes de não utilizarem animais para aprender conteúdos científicos, e que adquira material didático ético, evitando assim a morte de animais. Consultem o site: Interniche Brasil e o livro Alternativas ao Uso de Animais Vivos na Educação de autoria do biólogo Sérgio Greif.
A ciência e seu avanço podem caminhar unidos à ética!

Atenciosamente,
NOME COMPLETO
RG
CIDADE - UF

2- Apresente você também a carta de objeção de consciência exigindo métodos educacionais éticos (para alunos/as de cursos que utilizam animais em aulas práticas)
Acesse AQUI para enviar a carta de objeção de consciência.

3- Compareça à audiência pública mostrando seu apoio aos estudantes
Exija uma atitude do Ministério Público ordenando que a PUC aceite os pedidos de objeção de consciência
Audiência Pública quinta-feira, dia 02/04, às 16h.
No Ministério Público. Av Raja Gabaglia, 615, 2 andar. Belo Horizonte - MG.


Mais informações: contato@gato-negro.org
http://gato-negro.org/blog/pucminas/


Em outros países
Desde 1876 na Inglaterra as universidades não utilizam animais em aulas práticas.
Nos Estados Unidos da América, 86% das universidades já eliminaram o uso de animais no ensino.
69,2% das universidades italianas aboliram o uso de animais em experimentos didáticos.

Fonte: TRÉZ, Thales. Instrumento Animal: o uso prejudicial de animais no ensino superior. SP: Canal 6, 2008.

Textos sobre a "necessidade" e a justificativa moral para a vivissecção
Autor: Gary Francione
http://www.gato-negro.org/content/view/97/48/
http://www.gato-negro.org/content/view/96/48/


O que é a objeção de consciência?
A objeção de consciência é um recurso com respaldo legal, contemplado pela Declaração Universal dos Direitos Humanos, da qual o Brasil é signatário: "Todo homem tem direito à liberdade de pensamento, consciência e religião". É também um direito fundamentado na Constituição Brasileira, que afirma:

Artigo 3º - (...) IV - promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação;
Artigo 5º - Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza (...), nos termos seguintes:
VI - é inviolável a liberdade de consciência (...);
VIII - ninguém será privado de direitos por motivos de (...) convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei.

Fonte: CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988

26.3.09

PRAÇA VEGAN - SP/BRAZIL

PRAÇA VEGAN – O MANIFESTO
São Paulo, 26 de Março de 2009 – Brasil – América Latina, para o universo!

Do espaço público e seus conceitos:
Hoje a sociedade se encaixota em limites que um dia foram limitados por paredes emocionais, mas que agora, os limites passaram a ser construídos de concreto. Podemos, portanto, entender por público aquilo que é de domínio de todos, sem que haja um único possuidor. Público se opõe ao privado em todos os sentidos. Dá tonalidade de serventia a todos, e de todos emana a possibilidade de uso. Ontem, hoje e sempre sabemos que esses espaços, muitas vezes, representam apenas pontes de passagem dos nossos trajetos cotidianos. Lugares por onde andamos, que não são meus, nem seus. Uma ponte entre o privado e o privado. Espaço público, portanto, tornou-se um meio esquecido de convivência. Um meio esquecido de transformação.

Da apropriação do todo, para o todo:
Não é de hoje que estamos, pouco a pouco, nos apropriando do espaço público. É bem verdade que, originalmente, tudo assim o era. Fomos com o passar da história e de suas entrelinhas, demarcando os espaços. Cercando e limitando o acesso aos demais, em detrimento daqueles que “chegaram” primeiro. Eis que vivemos hoje em grandes cidades. Colossais monumentos que exaltam o dito progresso, que se erguem diante dos nossos olhos e nos aniquilam por completo. A vida perde valor, e, onde ela existia, agora se encontra uma placa: “Ocupado a serviço da Capital”. E quando não é assim, os espaços são resguardados dentre tanta fumaça, concreto e poluição, como verdadeiros aquários. Verdadeiros bolsões de vida, e que talvez queiram nos deixar subjetivamente claro o que nós tínhamos antes da nossa avassaladora civilização chegar. Talvez apenas com um “exemplo” do que é uma árvore. E isso talvez aconteça justamente para que os nossos filhos possam saber, ao menos, o que é uma árvore ao vivo, e não só imagens ilustradas em livros didáticos. De fato, não estamos lidando mais com uma dita “selva de pedra”. Hoje, é muito mais viável aceitarmos o fato de estarmos em um zoológico enorme: a cidade. Colocamos em jaulas alguns animais para que possamos observar. Colocamos em praças algumas árvores para que possamos admirar. Fatalmente, a cor cinza está contaminando a cor verde. E cada ponto verde que hoje é visto soa quase que como um verso rebelde em confronto com o cinza. Faremos, portanto, do cinza o verde. E do verde, uma grande poesia.

Da intervenção:

Não foi idealizada como um meio de segregar. Não foi idealizada como um meio de limitar. Ontem, apenas um lugar que os olhos dos empreendedores visariam lucros absurdos. Hoje, talvez um engodo para a vida. Dia 26 de Março de 2009 uma referência é dada como um ponto de encontro. Um local que fora esquecido pela sociedade que, hoje, passa a ser conhecida. 

Conhecida, e ocupada.
Conhecida, e utilizada.
Conhecida, e reciclada.



Amanhã, São Paulo acorda com um V no coração. Um V que será e poderá ser visto do mundo inteiro, graças aos modernos e destruidores moderadores de visualização, vulgo satélites.


V de Verde.
V de Vida.
V de Vingança.
V de Vegan.

Vegan que, aqui, serve também para renomear esta praça, e se relaciona diretamente, em seu conceito central, com a luta contra a Sociedade de Consumo, que por sua vez, culmina com a exploração animal de todas as espécies, sejam elas humanas ou não humanas. O público é nosso e façamos dele o nosso espaço. Você, de qualquer espécie, de qualquer gênero, de qualquer religião, de qualquer raça*, de qualquer idade, de qualquer atividade que desenvolva na sociedade e de qualquer qualquer, esteja à vontade para simplesmente passar, para simplesmente admirar, para simplesmente ignorar, para simplesmente intervencionar, ou para... simplesmente.





COORDENADAS:

Seguir a Av. Paulista sentido Consolação. Atravessar a Av. Consolação e continuar na Av. Paulista. Desta forma, a próxima praça à sua esquerda é a PRAÇA VEGAN!


*Refirimo-nos à “raça” por um ponto de vista social antropológico baseado em impressões fenotípicas e não pelo ponto de vista biológico, já que este último sabemos não existir.

20.3.09

Evento: VIDEO - MANIFESTAÇÃO INTERNACIONAL ANTIPELES

Participação: Vegan Staff.org e Projeto Extinção
Evento: VIDEO - MANIFESTAÇÃO INTERNACIONAL ANTIPELES
Data: 14 de Março de 2008 (SÁBADO)

O vídeo mostra a Manifestação contra o uso de couro e pele na indústria da moda, encabeçada pela VEGAN STAFF.org, pelo PROJETO EXTINÇÃO e pelo TIRM, ocorrida dia 14/03 em São Paulo, na R. Oscar Freire, simultaneamente à manifestação em Frankfurt organizada pelo TIRM contra os Fur and Fashion Market Days, feira de moda em peles que ocorre anualmente na Alemanha.


10.3.09

Evento: MANIFESTAÇÃO INTERNACIONAL ANTIPELES

Participação: Vegan Staff.org
Evento: MANIFESTAÇÃO INTERNACIONAL ANTIPELES
Data: 14 de Março de 2008 (SÁBADO)


MANIFESTAÇÃO INTERNACIONAL ANTIPELES

Data: 14/03/09, próximo sábado.
Horário: das 11h00 às 13h30.
Local: r. Oscar Freire, nº 855 (metrô consolação -> travessa da augusta,
da Haddok Lobo e da Bela Cintra, sentido jardins).

A VEGAN STAFF.org convoca a todos para o protesto e ação de panfletagem em apoio à grande manifestação alemã anual antipeles, encabeçada pelo grupo TIRM. Estaremos a caráter, andando e panfletando, com faixas e cartazes (leve o seu!), tudo em absoluto repúdio ao uso de pele animal em roupas e acessórios. Se formos poucos, estaremos performaticamente em silêncio; se muitos, faremos algum barulho.
Escolhemos a r. Oscar Freire por nela haver muitos estrangeiros e lojas DE RUA de grifes mundialmente grandes, muitas destas compactuantes com o uso de pele animal.

Vá! A causa é urgente não só na Alemanha, mas em todo o mundo!

Maiores informações:

TIRM - www.tirm.de
Manifestação Anual (com fotos) - http://www.fuf.tirm.de/index.php?lang=en
VEGAN STAFF.org: www.veganstaff.org
CMI: http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2009/03/442422.shtml
BLOG: http://veganstaff.blogspot.com/2009/03/participacao-vegan-staff.html
E-MAIL: contato@veganstaff.org


Nos vemos nas ruas,

VEGAN STAFF.org




6.3.09

Evento: MANIFESTAÇÂO - MARCHA MUNDIAL DAS MULHERES

Participação: Vegan Staff.org - SP
Evento: VEGAN STAFF.org na Marcha Mundial das Mulheres
Data: 08 de Março de 2009

A VEGAN STAFF.org estará, neste domingo, dia Mundial das Mulheres, na
Marcha Mundial das Mulheres, evento que acontece todo ano na Capital de
São Paulo. Vamos fazer uma ação de panfletagem, onde atrelaremos a Luta
pela Liberdade, como uma só luta.

Convidamos a todxs xs interessadxs a estar conosco, mostrando que, da
mesma forma que não deve existir opressão de gênero, também não deve
exisitr a de espécie. Aconselharemos a estenderem a não opressão às
espécies.

Estaremos concentradxs na catraca do *metrô Brigadeiro das 10:30 às 11:00
do domingo, dia 8 de Março.* Após este horário, seguiremos para a Marcha.
Estaremos uniformizadxs, com faixas e apitos. Após esse horário, será
fácil nos encontrar.

Contamos com a presença de todxs para mais essa ação.

Contatos e maiores informações, favor contatar-nos via e-mail:

marchamulheres@veganstaff.org

Neste evento, a VEGAN STAFF.org lançará mais um material, que é o Zine com
um texto da Carol Adams, sobre ecofeminismo. Este Zine irá compor
permanentemente a lista de produtos que disponibilizamos através de nossa
banca itinerante.

O texto do panfleto pode ser visto no site:

www.VEGAN STAFF.org

Divulgação:

Midia Independente

10.2.09

Divulgação: Debate Ética Animal e Argumentação

Participação: Vegan Staff.org - SP
Divulgação: Debate Ética Animal e Argumentação
Data: 14 de Fevereiro de 2008

Ciclo de estudos 2009 do GEDA: Ética animal e argumentação

Quando se discute a questão de matar animais não-humanos para comer, ou da experimentação animal, que são duas questões de ética, são muito frequentes as seguintes perguntas:

1- Que direito tem os defensores dos animais de impôr suas crenças aos outros?
2- Mas a ética não é relativa à sociedade em questão?
3- Certo e errado não dependem sempre da opinião da maioria?
4- Mas, a ética não é algo subjetivo? Eu tenho a minha e você tem a sua, e ninguém fala mal uma da outra? Então, pra que debater sobre isso?
5- Certo e errado não existem. Pra que debater sobre isso?
(trecho do artigo "Questão de Ética" de Luciano Carlos Cunha)


Sábado, 14 de fevereiro, 15 às 18 horas:

- Podemos afirmar que a Ética é subjetiva? (apresentação do artigo "Questão de Ética?" de Luciano Carlos Cunha, mestrando em filosofia pela UFSC, por Mara Cristina)
- Argumentação digital: fóruns, e-grupo e blogs (pelo analista de sistemas Vinícius Lodi Vasconcelos)

A proposta é oferecer palestras-debates sobre direitos animais e oficinas de argumentação em eventos de formação mensal, livre e gratuita aos interessados, normalmente aos terceiros sábados de cada mês, faz 15 às 18 horas.

Local: Saguão da Biblioteca Paulo Duarte - Rua: Arsênio Tavolieri, 45 junto ao Centro Cultural Jabaquara, perto da estação do metrô Jabaquara.

Mais informações:
Grupo de Estudos dos Diretos Animais - (11)9564-4568
grupogeda@gmail.com
http://www.gedasp.org/
Biblioteca Municipal: (11)5011-8819 bmpauloduarte@yahoo.com.br

6.2.09

Divulgação: Oficina de Culinária Vegan

Participação: Vegan Staff.org
Divulgação: Oficina de Culinária Vegan
Data: 14 de Fevereiro de 2008

O Espaço Impróprio apresenta uma oficina de culinária vegan para os que desejam aprender alguns pratos saborosos e nutritivos sem produtos de origem animal.

Aprenda a fazer um almoço nutritivo e balanceado, que consiste em um prato quente, um frio e uma sobremesa a partindo de uma perspectiva vegan e utilizando fundamentos da culinária viva!

Cardápio:
- rizoto;
- salada de lentilha germinada, legumes e folhas;
- e sobremesa de pavê de frutas

Os participantes receberão uma folha com as receitas e o Guia de Iniciação ao Veganismo produzido pelo coletivo Gato Negro – Direitos Animais.
O guia consiste em um livreto de 16 páginas com textos, receitas e dicas fundamentais para quem quer adotar o veganismo no seu dia-a-dia.

Programação:

Início
10h00
Abertura com exibição do filme* Steven, o vegan* (03 min)

10h30
Pequeno debate: por que veganismo?

11h00
Preparação dos pratos, debate sobre veganismo e saúde.

13h00
Almoço

14h00
Encerramento

*Investimento*
R$ 16, 00 (inclui oficina, almoço e o guia)

As vagas são limitadas e a confirmação deverá ser feita até dia 11 de fevereiro, quarta-feira através do depósito na conta:

*Caixa Econômica Federal*
Renato Mello Fernandes Correa
Agência: 2983-1
Conta Poupança 5659-9
Operação: 013

Para confirmar depósito e a presença, ou para mais informações:
renatomfc@gmail.com
11 7960 7467 - falar com Beth*
*
Local:
R. Dona Antonia de Queiroz, 40
Consolação
Sao Paulo - SP

Divulgação: Reunião contra o Rodeio de Osasco

Participação: Vegan Staff.org
Divulgação: Reunião contra o Rodeio de Osasco
Data: 07 de Fevereiro de 2008

Grande reunião para atividades contra o Rodeio de Oz 2009! -- Ativismo & Odeiorodeio

Prezados Amigos e ativistas

Estamos no início de mais uma batalha contra o rodeio de Osasco, A previsão
é que o mesmo aconteça no mês de maio ( 7 a 17 de maio). Para isso estaremos
organizando uma grande comuna , entre todos nós que queremos limpar este
'eventos " do nosso país.

Grande reunião preparatória para as atividades!
Cronograma

- estratégia de mídia
- estratégia de subversão
- cronograma de manifestações
-encontro com a câmara dos vereadores
- encontro como prefeito
- mobilização popular e abaixo assinados
-articulações jurídicas
- ( traga suas idéias e vamos discutir)

Dia da reunião: 7/02/2009
Horário: 14h ( sem atrasos por favor)
Local: Osasco ,Biblioteca Municipal de Osasco Monteiro Lobato



-E para informação de todos Osasco é 15 minutos da Estação Barra Funda!

Organização Odeio rodeio e ativismo.com ,ativista independentes

Favor confirmar urgente presença em : leandro@ativismo.com

Dúvidas?

Leandro Ativista
leandro@ativismo.com
8638-7900



Por que devemos nos mobilizar contra o rodeio? Veja abaixo

Existe uma lei do próprio município de OSASCO (Lei Municipal n° 3999, de 17 de janeiro de 2006, que dispõe sobre as normas de prevenção de zoonoses e de bem-estar animal que assevera):

Art. 5º São objetivos das ações de controle de zoonoses e bem-estar animal:

II - prevenir, reduzir e controlar as causas de sofrimento aos animais, (visando o seu bem estar) e PROIBE a utilização dos seguintes animais no munícipio:

Art. 36 É proibida a criação e a manutenção de animais:

I - suídeos;

II - leporídeos;

III - caprídeos;

IV - ovídeos;

V - bovídeos; e

VI - aves domésticas.


E quando você já está desacreditado que a prefeitura de Osasco ignora dessa forma a lei, eu lhe mostro o art 41, da mesma lei municipal:

§ 2º É proibida qualquer utilização, em atividades de competição ou exibição de montaria ou rodeios, de qualquer prática que implique dor ou desconforto aos animais, com o objetivo de os fazer correr ou pular.

O QUE OS ANIMAIS FAZEM EM UM RODEIO ALÉM DE CORRER E PULAR?

O rodeio no Município de Osasco fere ainda o Decreto Estadual n.º 40.400/95, que em seu artigo 23 assevera:

Art. 23. Os haras, os rodeios, os carrosséis-vivos, os hotéis-fazenda, as granjas de criação, as pocilgas, e congêneres não poderão localizar-se no perímetro urbano



Fora constituição, lei federal 9605/98 e declaração universla do direitos dos animais

Divulgação: ALF - ANIMAL LIBERATION FEST

Participação: Vegan Staff.org
Divulgação: ALF - ANIMAL LIBERATION FEST
Data: 15 de Fevereiro de 2008

No próximo domingo, dia 15 de FEVEREIRO acontecerá um dos principais eventos que divulgam a Libertação Animal em São Paulo.
O evento organizado pela 78 Life Recordings inaugura o ano com a quarta edição do Festival que acontece em São Paulo desde 2007.
Misturando várias formas de divulgação do tema Libertação Animal/Veganismo, o evento sempre conta com a participação de grupos ativistas ligados à causa, bem como bandas nacionais e internacionais que trazem o Veganismo aos ouvidos dos que participam do evento, que passa já a fazer parte do circuito dos grandes festivais de São Paulo.
A VEGAN STAFF.org estará representada mais uma vez no evento com materiais informativos.

Informações em:

78 Life Recordings
ANIMAL LIBERATION FEST

30.1.09

Evento: CAMPANHA - VEGAN STAFF.org CONVOCA

Participação: Vegan Staff.org - CEARÁ
Evento: CAMPANHA - VEGAN STAFF.org CONVOCA
Data: 29 de Janeiro de 2008


Teve inicio na noite de 29 de Janeiro a Campanha VEGAN STAFF.org Convoca, que tem como objetivo divulgar as ações da entidade em território Nacional, realizar contatos e trazer o debate da Libertação Animal para os estudantes da Universidade Estadual do Ceará- UECE.

Tendo as salas do bloco I como ponto de partida, já estabelecemos um contato inicial e uma relação de simpatia com os estudantes do curso de Serviço Social. O planejamento inclui o campus universitário inteiro, e vai continuar acontecendo no período da noite, e buscamos parcerias para expandir o projeto para demais faculdades e/ ou escolas. Interessados em manter contato com o grupo, favor entrar en contato pelo e-mail:

ceara@veganstaff.org

O debate sobre meio ambiente e segurança alimentar tem se transformado e a educação ambiental se mostra como uma grande parceira da entidade, possibilitando que a ação seja realmente um instrumento de transformação.


VEGAN STAFF CEARÁ

28.1.09

Informação: VEGAN STAFF.org no SBT Realidade

O Programa SBT Realidade que vai ao ar toda segunda às 23:30, entrevista a VEGAN STAFF.org

O programa tem cerca de uma hora e é dirigido e apresentado pela jornalista Ana Paula Padrão. Na edição do Dia 09 de Fevereiro, será exibido uma matéria sobre Integência e Emoção nos Animais, onde, segundo a produtora do programa, que procurou a VEGAN STAFF.org para falar sobre Ética no uso dos Animais para pesquisa, irá tratar do tema em questão. Ainda no programa, segundo a produtora, outros temas serão tratados e outros grupos também foram procurados.
O programa que já esta em produção há alguns meses, procurou a VEGAN STAFF.org por conta das recentes movimentações e manifestações da VEGAN STAFF.org com a Brigada Anti-Teste.

A entrevista aconteceu há alguns meses atrás, onde fomos basicamente questionados sobre vias éticas de ativismo. Bem como formas que são aplicadas aqui no Brasil e no Mundo. Os avanços da ciência com e sem o uso de animais e quais as consequencias dos dois lados para a sociedade.

Informação: Romance Vegan tratado em um livro

Texto adaptado da fonte: http://www.jornalagora.com.br:80/site/index.php?caderno=48¬icia=61198

Humana Festa - Autora do livro: Regina Rheda

O novo e quinto livro em português da escritora paulista Regina Rheda, que mora atualmente nos EUA, trata de temas absolutamente atuais: direitos animais e veganismo.

De forma leve e divertida, "Humana Festa" narra o romance entre a americana Megan, uma defensora dessas filosofias, e o brasileiro Diogo, filho de um poderoso fazendeiro. Da Flórida, passando por Massachusetts, a uma grande propriedade rural no Brasil, o enredo trança os destinos e os conflitos entre duas pessoas com experiências de vida tão diferentes na busca por um ideal comum.

No curso de estudos ambientais em uma universidade dos EUA, o jovem Diogo, herdeiro de quatro fazendas de criação de animais, conhece a namorada, adepta da filosofia Vegan, que tem por regra o não-consumo de qualquer produto de origem animal ou que inclua em sua fabricação qualquer forma possível de crueldade ou exploração animal em seus ingredientes. Apaixonado pela moça, ele se esforça para se tornar vegetariano e enxergar os animais de modo mais humano, apesar de sua criação.

Para conquistar de vez a amada, ele ainda deve enfrentar outros obstáculos: a relação com a sogra, uma Vegan, ativista e feminista convicta, casada com o falso vegetariano Bob, e as constantes comparações com o ex-namorado de Megan, River, Vegan e ativista como ela. Além dos preconceitos de sua própria família, Bezerra Leitão estranha a nova ideologia de Diogo, um ex-carnívoro inveterado.

Na primeira visita à fazenda do rapaz, os conflitos e atropelos se instalam, desde as discussões entre Diogo e os parentes em torno de sua nova dieta alimentar, ao motim entre as empregadas provocado pela escolha de uma delas, Dona Orquídea, para cozinhar uma comida especial para o casal e ganhar o dobro do salário.

Mas o futuro das propriedades que serão herdadas por Diogo é a causa do maior dilema entre os personagens: enquanto o patriarca dos Bezerra Leitão investe cada vez mais na criação intensiva, que inclui o uso de agrotóxico e antibióticos fortíssimos para os animais crescerem mais rápido, Diogo e Megan planejam transformar a área em uma combinação de agrofloresta e santuário.

Como seguir a tradição da família, manter o lucro e viabilizar o projeto sem bater de frente com seus ideais ecológicos?

Sem didatismo e num tom divertido, a autora, adepta do veganismo desde 2000, apresenta um outro ponto de vista e outra maneira de viver, em uma história bem-contada e repleta de bom humor, em que hábitos milenares da humanidade são criticados e ironizados.

Premiada com o Jabuti ao estrear na literatura, a ficcionista Regina Rheda tem, em português, cinco livros publicados e três participações em antologias de contos. Dois de seus livros e algumas histórias soltas estão publicados também em inglês, em um volume da University of Texas Press. Seus trabalhos têm sido estudados em cursos de literatura brasileira de várias universidades norte-americanas. A autora vive entre o Brasil e os Estados Unidos.

"Humana Festa" é uma publicação da Editora Record, 352 páginas, R$ 46, à venda nas livrarias do país.

27.1.09

Evento: SBPC e UNICAMP - Um dos Resultados

Participação: Vegan Staff.org - SP
Evento: BRIGADA ANTI-TESTE - SBPC e UNICAMP
Data: 16 de Novembro de 2008

A relação entre o homem e os animais é o tema do Vestibular 2009
Por: Jeverson Barbieri

Agência de Notícia da UNICAMP [16/11/2008]
A relação entre o homem e os animais foi o tema geral do vestibular nacional 2009 da Unicamp, realizado na tarde deste domingo (16), em 24 cidades do país. Um tema inesperado, segundo o coordenador-executivo da Comissão Permanente do Vestibular da Unicamp (Comvest), Leandro Tessler. “Convidamos o candidato a pensar em aspectos que talvez ele nunca tenha pensado na vida”, argumentou. As 3.434 vagas, referentes a 66 cursos da Unicamp e dois da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp), foram disputadas por 47.066 candidatos. O índice de abstenção foi de 4,57%, o que representou uma redução se comparado com o índice do ano passado, que foi de 5,95%. “Diminuiu de forma significativa o percentual de ausentes, inclusive nas capitais fora do estado de São Paulo. Exemplo disso foi verificado em Curitiba. O vestibular da Universidade Federal do Paraná foi realizado no mesmo horário e nem por isso o número de candidatos diminuiu”, comparou o coordenador. A lista de aprovados da primeira fase será divulgada no dia 17 de dezembro, juntamente com os locais de prova da segunda fase, que acontece entre os dias 11 e 14 de janeiro de 2009.

Candidatos realizam prova em sala do Ciclo Básico IIO vestibular 2009 apresentou uma novidade no seu formato. O caderno de respostas foi suprimido e, dessa forma, as respostas foram feitas no próprio caderno de questões, proporcionando uma maior agilidade aos candidatos. No caderno de redação, uma coletânea com diferentes opiniões sobre o tema geral, inclusive sobre aspectos éticos. “São vários aspectos sobre a proteção da fauna, sobre a vivisecção e toda a legislação aprovada esse ano, como o projeto da Lei Arouca que disciplina o uso científico dos animais. Até uma fotografia tirada durante a realização da 60ª Reunião Anual da SBPC, realizada esse ano na Unicamp, sobre uma manifestação de militantes da ONG Vegan Staff foi utilizada. A partir disso, o candidato escolhia entre as propostas de dissertação, narrativa ou carta. Não importa qual a posição do candidato, o importante é a maneira como ele argumenta”, explicou Tessler.

No caderno de questões, 12 perguntas de caráter interdisciplinar, envolvendo as áreas de biologia, física, geografia, química, matemática e história. “O que a gente quer sempre mostrar que o conhecimento não é uma coisa compartimentada. É possível a gente usar o que a gente aprendeu no ensino médio para tratar de um tema, que no caso é a relação entre o homem e os animais. E todas as questões estão chamando a atenção do candidato que, usando o que ele sabe, ele pode aprender sobre essa relação”, concluiu o coordenador da Comvest.

TEXTO COM FOTOS em:

Site da UNICAMP

PROVA de REDAÇÂO NA ÍNTEGRA:

PROVA de Redação

COMENTÁRIO VEGAN STAFF.org

(comentário enviado ao COMVEST)
Foi um susto quando recebemos a informação de que o tema fora escolhido dentre tantos outros fatos tão importantes nos noticiários brasileiros, como um colega acabou de comentar, por exemplo, a Famili Imperial, a Crise Mundial e o tema: EXPERIMENTAÇÃO ANIMAL.
Nós, da Vegan Staff.org, parabenizamos o intuito da organização da prova da UNICAMP, bem como aos colaboradores.
Admiramos a pauta ter sido voltada ao tema, que ao nosso entender, é de suma importância.
Tivemos o prazer de saber da noticia através da Internete, que além de fazer com que mais de 47 mil aspirantes a universitários tivessem um posicionamento critico sobre o tema, também fez com que alguns tijolos do enorme muro que nos impedem de enxergar as verdades impostas pela dita "ciência", fossem quebrados.

Att,

Vegan Staff.org Brasil

Informação: Hábitos para combater o Aquecimento Global

BRUXELAS (AFP) - Comer menos carne, limitar as viagens, aceitar o calor no verão e o frio no inverno: mudanças de hábitos também ajudam a combater o aquecimento global, segundo um estudo apresentado nesta segunda-feira em Bruxelas.

"Modificar os hábitos será complicado", admitiram os especialistas da consultoria McKinsey neste estudo, apresentado na presença do comissário europeu para o Meio Ambiente, Stavros Dimas.

Contudo, segundo eles, estes pequenos gestos do dia a dia podem permitir evitar rejeitar na atmosfera 3,5 a 5 bilhões de toneladas de gás carbônico daqui a 2030.

O estudo lista 200 ações possíveis para reduzir as emissões de gases de efeito estufa, entre os quais o CO2, e limitar o aquecimento do planeta a 2 graus Celsius em 2030.

"Reduzir o número de viagens de negócios e os deslocamentos privados, trocar o carro pelo trem, aceitar diminuir o ar condicionado ou o aquecedor e limitar o consumo de carne", são algumas opções, segundo os autores do estudo.

Entretanto, a maior parte dos esforços deve se concentrar na eficiência energética nos transportes e na construção, no desenvolvimento de fontes de energia não fósseis, como os biocombustíveis, e no combate ao desmatamento.

"O custo do esforço para o mundo deve ser de 200 a 350 bilhões de euros por ano até 2030, e permitirá evitar rejeitar 38 bilhões de toneladas de CO2 na atmosfera" durante este período, segundo o estudo.

"A Comissão Europeia vai apresentar quarta-feira propostas e financiamentos" para a cúpula de Copenhague sobre o clima, prevista para dezembro deste ano, lembrou o comissário Dimas.

A Comissão deve recomendar um aumento progressivo dos investimentos com um objetivo: 175 bilhões de euros em 2020, entre os quais 30 bilhões para ajudar os países mais pobres nesse âmbito.



Comentário Vegan Staff.org

Essa não é a primeira vez que vemos grandes agências de noticias veicularem informações sobre a relação do consumo de carne com graves problemas ambientais. Esta, portanto é mais uma prova de que existe sim essa relação e que a dieta vegetariana esta cada vez mais presente no circulo ciêntifico e adotado como "solução" para problemas externos ao corpo. Até porque, há bem pouco tempo atrás, o vegetarianismo era tido como algo "fútil" e de cunho individual.
Com essa transformação, a dieta vegetariana já começa a revelar beneficios não só para o corpo humano, não só para a defesa dos direitos dos animais, mas também para a defesa do meio-ambiente.

25.1.09

Evento: DOMINGO PELA ABOLIÇÃO

Participação: Vegan Staff.org - SP
Evento: Domingo pela abolição da escravidão animal
Data: 27 de Janeiro de 2009

A Vegan Staff.org esteve presente no evento organizado pelo grupo mineiro Gato Negro (www.gato-negro.org).


9.1.09

Evento: VEGAN STAFF.org CEARÁ

Participação: Vegan Staff.org
Evento: Contato com o Capítulo Ceará
Data: 09 de Janeiro de 2009

Durante os dias 08 e 12 de Janeiro de 2009 a Vegan Staff.org esteve reunida com ativistas do Ceará para a possivel formação de um Capitulo da Vegan Staff.org na parte Norte do País.
A Vegan Staff.org tem alguns contatos por lá, mas a proposta de estarmos devidamente representados por ativistas locais foi de extrema importância. Com a formação de um Capitulo da Veagn Staff.org no Ceará poderemos estar mais por perto de todas as informações sobre formas de atividades pela Libertação Animal acontecidas no Norte do País, visto que poucas informações acabam chegando até nós, aqui do Sudeste, onde se encontra a grande maioria dos memebros ligados à Vegan Staff.org.
A União dos ativistas do Norte foi fruto efetivo de um primeiro contato acontecido durante o 2º Congresso Vegetariano Brasileiro e desde então, e depois de bastante conversas via e-mails, durante essa semana, fizemos mais um contato pessoal e disso já susgiram muitas idéias de atuação em conjunto.
Interessados em auxiliar o Capitulo da Vegan Staff.org no Ceará podem escrever e-mails para:

vsceara@veganstaff.org

2.1.09

Evento: CAMPANHA NATAL SEM CARNE - Resultado

Participação: Vegan Staff.org
Evento: Relatório Final - NATAL SEM CARNE
Data: 01 de Janeiro de 2009

A Campanha nasceu da necessidade que a VEGAN STAFF.org e o PROJETO EXTINÇÃO (www.projetoextincao.blogspot.com) sentiram em relação a mostrar em uma data comemorada quase que mundialmente que existem opções de comemoração sem que para isso exista a morte de animais.
Ao longo de quase uma semana, que se estendeu dos dias 15 à 18 de dezembro de 2008, os dois grupos, mantiveram ações das mais distintas, focadas na divulgação da informação sobre a Campanha, que irá se repetir durante os próximos anos.
Nesse primeiro ano, organizamos juntos ações cirúrgicas e de abrangência na Capital Paulista e em Sorocaba, interior de São Paulo.
A ação contou com colagem de cartazes e com manifestações públicas e pacíficas de panfletagem em pontos estratégicos das cidades que participaram da Campanha, através dos capítulos da VEGAN STAFF.org.

Em São Paulo, foram colocados 500 cartazes na região central e na manifestação que aconteceu no sábado (20/12/2008) foram distribuídos 1500 panfletos, além de performances de bonecos gigantes e exibição de faixas nos semáforos do local da manifestação, que contou com cerca de 30 manifestantes, ligados direta ou indiretamente ao PROJETO EXTINÇÃO e à VEGAN STAFF.org, que permaneceram na esquina da Av. Paulista com a Rua Augusta por cerca de duas horas.
Em São Paulo, ainda, recebemos informações que um grupo anônimo aderiu a Campanha de uma forma bastante inusitada: escreveram para a VEGAN STAFF.org noticiando a divulgação de uma série de mensagens espalhadas pela cidade de São Paulo com as frases: “Seja Vegetariano” e “Carne é Crime”. O grupo disse por e-mail que a manifestação deles fazia parte do projeto já existente e levantado pelo site: www.sejavegetariano.xpg.com.br.
Apesar de não termos ligação direta com os indivíduos que praticaram tais manifestações, assumimos (VEGAN STAFF.org e PROJETO EXTINÇÃO) ter uma postura positiva à toda forma de atuação em nome da Libertação Animal. Até agora, não sabemos ao certo o que aconteceu e o que esse grupo efetivamente realizou, mas alguns membros da VEGAN STAFF.org, registraram algumas imagens da manifestação deles.

Em Sorocaba, o Capitulo da VEGAN STAFF.org local se reuniu em 23/12/2008 para distribuir no centro da cidade, cerca de 300 panfletos. A ação da VEGAN STAFF.org de Sorocaba contou nessa sua primeira ação com 5 pessoas que permaneceram na manifestação por cerca de duas horas e meia.

Fotos das movimentações: NO SITE