16.7.08

EVENTO: BRIGADA ANTI TESTE - NÚCLEO 7

Participação: Vegan Staff - SP
Evento: ATO NÚCLEO 7 – Carta à Organização da SBPC 2008
Data: 16 de Julho de 2008

Em pleno século XXI, e em um evento de relevância internacional, o mínimo que se verifica é a falta de um dos lados de uma moeda que entrou em discussão no Núcleo 7 da SBPC 2008.
Técnicas e profissionais renomados, tudo minuciosamente preparado para uma seqüência de discussão sobre um tema tão importante nos dias de hoje!
Ciência? Não!
ÉTICA!
Se a proposição de uma discussão séria e que vise melhorias futuras deve ter no mínimo um questionamento ético envolvido em sua raiz, pois de nada poderíamos nos gabar de uma tecnologia e pesquisa de ponta, sendo tão duros e cruéis os nossos métodos.
A comunidade cientifica de hoje se envergonha dos atos praticados por "médicos" nazistas contra ciganos e judeus. E negam observar sequer aqueles estudos, pois foram eles praticados em humanos.
Verdadeiras atrocidades trazidas à baila no fervor de um questionamento MUNDIAL sobre o uso de animais em experimentos. Isso é ético?
Existe ética na experimentação?
Dúvidas talvez cegas aos olhos ambiciosos daqueles que ainda conseguem enxergar lucro na perpetuação desta pratica que, inclusive, países de primeiro mundo simplesmente aboliram ou estão em processo de abolição.
E se hoje estamos correndo para mostrar a pesquisa e a ciência em âmbito nacional de uma forma verdadeiramente ética, não será ela manchada de sangue que irá conquistar o respeito e o respaldo, não da ciência dessas outras nações... mas de toda uma sociedade.
Lamentamos o fato de não ter tido a proposição de um debate sério, mostrando meios e interesse da comunidade cientifica local a questionar seus métodos e buscar por meios realmente precisos e livres do assassinato de vidas inocentes.
Se a ciência deve ou não prosseguir... talvez essa seja uma outra questão.
Mas a certeza é que a Ciência não deve passar por cima da VIDA!
Se a história relatou-nos outros trechos de conflito. Este esta sendo mais um. E um dia, ainda iremos nos envergonhar de olhar para trás e lembrar que já assassinamos humanos para estudá-los. Assim como nos envergonharemos de termos assassinado não humanos para justificar esses tais "avanços" da ciência.