16.7.08

EVENTO: BRIGADA ANTI TESTE - NÚCLEO 7

Participação: Vegan Staff - SP
Evento: ATO NÚCLEO 7 – POSICIONAMENTOS VIRTUAIS
Data: 16 de Julho de 2008

Fotos da ação em: www.veganstaff.org
Site da UNB - Ato de Domingo
CMI - Pichações no Prédio
CMI - BRIGADA ANTITESTE NÚCLEO 7
Blog do Instituto de Biologia - UNICAMP
Folha On-Line

EVENTO: BRIGADA ANTI TESTE - NÚCLEO 7

Participação: Vegan Staff - SP
Evento: ATO NÚCLEO 7 – DECLARAÇÃO VEGAN SATFF.org:
Data: 16 de Julho de 2008

A VEGAN STAFF.org tem recebido alguns e-mails e mensagens referente ao ciclo de atividades realizadas na 60º SBPC em Campinas, dentro da UNICAMP.
Ao longo de uma semana de atuação a VEGAN STAFF.org participou de manifestações pacíficas organizadas pelo O.P.A. (Organização Protetora dos Animais).
A VEGAN STAFF.org se responsabiliza, portanto, pelos atos praticados durante esta semana, exceto as “pichações” que foram praticadas nas paredes do prédio onde estariam acontecendo as plenárias do NÚCLEO 7 da SBPC.
No Domingo, dia 13 de Julho, participamos da manifestação durante o ato solene de Abertura da SBPC, que, junto com o O.P.A. estendemos uma faixa em frente à portaria principal de entrada do público. E após o início do evento, invadimos o palco com uma faixa que dizia: “Os Experimentos em Animais ATRASAM o progresso da ciência”.
Permanecemos no palco por cerca de 7 minutos e saímos aplaudidos depois de pronunciarmos uma única frase: “ATÉ QUANDO O ASSASSINATO SERÁ VISTO COMO CIÊNCIA!”.
Durante a madrugada do dia 14 de Julho, recebemos por e-mail a informação de que o prédio da Biblioteca Central (Local designado para sediar o NÚCLEO 7 da SBPC) teria sido atacado com pichações. Durante o dia, uma equipe da VEGAN STAFF.org passou pelo local para registrar as atuações. Deste modo, a VEGAN STAFF.org não tem um posicionamento contrário à tais atitudes e declara publicamente apoiar toda e qualquer passo cujo o objetivo seja a Libertação Animal.
As manifestações de panfletagem e colocação de faixas pelo O.P.A. continuaram ao longo dos dias 15 e 16.
E no evento final do NÚCLEO 7, durante o I FÓRUM DAS COMISSÕES DE ÉTICA EM EXPERIMENTAÇÃO ANIMAL DO BRASIL, a VEGAN STAFF.org organizou e atuou de forma cirúrgica contra todos os assassinatos ali defendidos como ciência.
O ícone a ser atingido foi escolhido cuidadosamente: Regina Pekelmann Markus (currículo dela em: http://lattes.cnpq.br/1924851134659071).
Coordenadora do NÚCLEO 7, e talvez a pessoa mais repulsiva durante os acontecimentos da SBPC.
Muitos indivíduos contrários à VIVISSECÇÃO estiveram também presentes na SBPC e nas plenárias organizadas pelo NÚCLEO 7, ela, e obviamente uma maioria ali presente à todo instante tentavam ridiculariazar qualquer posição contrária aos métodos ali defendidos.
Na ocasião do ultimo evento do NÚCLEO 7 (o Fórum atacado pelos membros da VEGAN STAFF.org), ela chegou a tentar expulsar os membros uniformizados da VEGAN STAFF.org da sala antes mesmo das palestras começarem.
Ela estava tensa, e isso era nítido em seus atos. Durante todo o seu momento antes do ataque, ela não parava de olhar para onde a maioria da VEGAN STAFF.org estava concentrada.
Eis que 47 minutos após o início do Fórum, a ação deu-se início.
Consistia em aplicar um bocado de tinta vermelha na coordenadora do NÚCLEO 7, representando, com o ato, a “ciência suja de sangue”.
Após os acontecimentos, pessoas da platéia, todos membros de comissões de ÉTICA (cujos rostos foram fotografados e que serão em breve divulgados, juntamente com seus respectivos nomes e locais onde atuam) reprimiram de forma altamente violenta a ação.
Porém, o ato de repressão não foi exercido somente aos membros da VEGAN STAFF.org, e sim a todos aqueles indivíduos que mantinham um posicionamento contrário à VIVISSECÇÃO.
O Ato foi realizado e proposto pela VEGAN STAFF.org, mas na platéia, existiam indivíduos e grupos que nem ao menos sabiam sobre a realização dessa intervenção.
Porém, durante o tumulto, todas essas pessoas que se levantaram para apoiar a ação, foram igualmente expulsas violentamente da sala.
As fotos mostram os rostos. As fotos mostram os fatos.
Aos que praticaram tais atos violentos, serão divulgados e expostos. OS MESMOS QUE ESTAVAM DISCUTINDO “ÉTICA”...
Agora mais do que nunca, não existe mais o diálogo. A VEGAN STAFF.org coloca-se à disposição de responder qualquer dúvida ou aceitar qualquer sugestão em relação às formas de buscar a mudança de conduta da ciência em relação aos animais. Porém, se não existe tolerância da ciência em relação à vida. JAMAIS buscaremos meios tolerantes para alcançar a LIBERTAÇÃO ANIMAL!

VEGAN STAFF.ORG

Abaixo, seguem as Cartas enviadas:

EVENTO: BRIGADA ANTI TESTE - NÚCLEO 7

Participação: Vegan Staff - SP
Evento: ATO NÚCLEO 7 – Carta à Imprensa
Data: 16 de Julho de 2008

A VEGAN STAFF.org, organização que defende e luta pela libertação animal em âmbito nacional desde meados de 2005, vem, através desta, assinar, justificar e concluir uma semana inteira de atuação em Campinas, especificamente na UNICAMP, quando, nesta ocasião, estava sendo realizado a 60º SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da ciência).
Dividido em 17 Núcleos, especificamente o Núcleo 7 tratava diretamente da discussão sobre Testes com Animais durante os dias 15 e 16 de Julho. E nesta ocasião, a VEGAN STAFF.org fez a ultima atuação demonstrando a posição contrária à essa discussão travada pela organização do evento e pela coordenadora, Sra. Regina Pekelmann Markus, que nitidamente deu um posicionamento UNILATERAL ao tema.
O ato realizado consistiu em apresentar o lado de quem não esta disposto a dialogar sobre "matar ou não matar" enquanto os assassinatos continuam acontecendo.
Existem muitos meios de manifestação e esse foi o meio encontrado pela VEGAN STAFF.org
Ao longo de toda semana, existiram protestos não só da VEGAN STAFF.org, mas de vários outros grupos e indivíduos que também encontraram seus meios de protestar contra a "aceitação" de assassinar uma vida inocente.
Após a ação, membros da VEGAN STAFF.org e alguns indivíduos contrários à realização do Núcleo 7, foram agredidos e colocados para fora do local da realização do I FÓRUM DAS COMISSÕES DE ÉTICA EM EXPERIMENTAÇÃO ANIMAL DO BRASIL que fechou o ciclo de debates dentro do NÚCLEO 7 da SBPC.
Cartas (em anexo) foram enviadas à organização do evento e à Coordenadora do Núcleo, Sra. Regina Pekelmann Markus.

EVENTO: BRIGADA ANTI TESTE - NÚCLEO 7

Participação: Vegan Staff - SP
Evento: ATO NÚCLEO 7 – Carta à Sra. Regina Pekelmann Markus
Data: 16 de Julho de 2008

Talvez os motivos já estejam bem claros. Mas pensamos que ainda desta forma, algumas palavras devam ser bem definidas. Foi dito que a tinta vermelha seria "o sangue dos Inocentes".
Da mesma forma, mesmo existindo uma repudia não pessoal, mas social aos atos que a senhora pratica em relação aos animais, hoje, e nesta ação a sua personalidade foi absolutamente irrelevante. Você não representou em nosso ato, a Regina, mas sim, a "ciência". E nós? Nós não temos uma cara... nós não temos um nome... nós não temos um único grupo. Nós somos a sociedade que esta cansando de conversar e aturar o discurso quase que decorado de todos vocês (leia-se: CIÊNCIA).
Ontem foram travadas batalhas e lutas sangrentas em defesa da vida humana. Lutamos e soubemos nos organizar contra uma ideologia Nazista. Lutamos e soubemos nos organizar contra a tirania militar. Lutamos e soubemos nos libertar de um pensamento racista.
Hoje os que sofrem com a tirania praticada pela ciência nada podem fazer. Contra dentes afiados e pontiagudos dos primatas, vocês têm seus anestésicos. Contra os berros dos ratos, vocês têm os seus bisturis. Contra os latidos dos cachorros, vocês têm a força bruta.
E o que dizer agora desse ato? A sociedade clama não mais pelo diálogo. Uma vida não pode esperar sob tortura ser ou não liberta. Enquanto dialogamos, nada muda!
Vocês contornam através de seus discursos e se escondem por detrás de um diploma e justificam o assassinato que vocês sabem que praticam, em nome de uma dita ciência e de um pseudo apelo de cura.

O sangue continua sendo derramado. Você sabe! Nós sabemos!
O pequeno ?problema? que você (ciência) terá que enfrentar à partir de agora, é que não existe diálogo enquanto você estiver com um bisturi sujo de sangue de uma vida inocente nas mãos...
Seremos pacíficos até que você consiga esconder os seus atos bárbaros da sociedade. Mas quando ela começar a ver que essa falsa sensação de segurança que a ciência prega esta manchada de muito sangue, os questionamentos serão mais enérgicos e diretos.

Pense sobre isso. Pense sobre seus atos. E procure se informar sobre métodos alternativos. Eles existem, e você não será a primeira nem a última a adotá-los.

EVENTO: BRIGADA ANTI TESTE - NÚCLEO 7

Participação: Vegan Staff - SP
Evento: ATO NÚCLEO 7 – Carta à Organização da SBPC 2008
Data: 16 de Julho de 2008

Em pleno século XXI, e em um evento de relevância internacional, o mínimo que se verifica é a falta de um dos lados de uma moeda que entrou em discussão no Núcleo 7 da SBPC 2008.
Técnicas e profissionais renomados, tudo minuciosamente preparado para uma seqüência de discussão sobre um tema tão importante nos dias de hoje!
Ciência? Não!
ÉTICA!
Se a proposição de uma discussão séria e que vise melhorias futuras deve ter no mínimo um questionamento ético envolvido em sua raiz, pois de nada poderíamos nos gabar de uma tecnologia e pesquisa de ponta, sendo tão duros e cruéis os nossos métodos.
A comunidade cientifica de hoje se envergonha dos atos praticados por "médicos" nazistas contra ciganos e judeus. E negam observar sequer aqueles estudos, pois foram eles praticados em humanos.
Verdadeiras atrocidades trazidas à baila no fervor de um questionamento MUNDIAL sobre o uso de animais em experimentos. Isso é ético?
Existe ética na experimentação?
Dúvidas talvez cegas aos olhos ambiciosos daqueles que ainda conseguem enxergar lucro na perpetuação desta pratica que, inclusive, países de primeiro mundo simplesmente aboliram ou estão em processo de abolição.
E se hoje estamos correndo para mostrar a pesquisa e a ciência em âmbito nacional de uma forma verdadeiramente ética, não será ela manchada de sangue que irá conquistar o respeito e o respaldo, não da ciência dessas outras nações... mas de toda uma sociedade.
Lamentamos o fato de não ter tido a proposição de um debate sério, mostrando meios e interesse da comunidade cientifica local a questionar seus métodos e buscar por meios realmente precisos e livres do assassinato de vidas inocentes.
Se a ciência deve ou não prosseguir... talvez essa seja uma outra questão.
Mas a certeza é que a Ciência não deve passar por cima da VIDA!
Se a história relatou-nos outros trechos de conflito. Este esta sendo mais um. E um dia, ainda iremos nos envergonhar de olhar para trás e lembrar que já assassinamos humanos para estudá-los. Assim como nos envergonharemos de termos assassinado não humanos para justificar esses tais "avanços" da ciência.