13.3.06

*Consciência Manifesta*

Universo – Planeta Terra – América Latina – Brasil.
A realidade aqui não é muito diferente da vivida nos demais pontos do planeta.
Vivemos hoje em uma sociedade onde é comum vermos a crueldade exercida contra as outras espécies, ser encarada com naturalidade.
Seguimos dia-após-dia, imersos nessa cultura degradante, não só para nós, como para as outras espécies.
Não é permitido HOJE (em pleno século XXI) que encaremos o assassinato de uma vida como uma forma viável de nos mantermos soberanos sobre as demais espécies.
Dos erros que foram cometidos no passado ainda hoje o Holocausto continua, só que desta vez, ao invés de Judeus, escolhemos aqueles que não podem expressar a revolta de terem suas vidas tomadas, e o que podemos fazer hoje, é minimamente questionar um passado já bem distante e aplicar no presente a trajetória para uma humanidade consciente no futuro. Aqui estamos e com as mesmas capacidades.
Existe todo um sistema agindo para que continuemos com os olhos fechados para o que realmente acontece em nossa volta.
A prática de uma ética consciente começa exatamente quando abrimos os olhos todas as manhas e pensamos o que escolher para nos manter vivos durante todo o restante do dia.
O sistema trabalha para nos adormecer e não mais simplesmente acordar. Pois sendo zumbis, podemos aceitar que a morte e nos calar.
Hoje temos compaixão para com os cachorros que brincamos diariamente em nossos lares. Mas nada refletimos sobre a vaca que tem o seu pescoço perfurado pela afiada faca e que posteriormente será nos servida em formato de um suculento bife.
Guiados por uma cultura cega, estamos cometendo algumas atrocidades!
Hoje uma vaca, amanha um cachorro, depois de amanha quem garantirá a Vida de seu vizinho?
A violência inicia-se desde o momento que acordamos e escovamos os dentes com uma pasta dental testada nos olhos de um coelho que certamente já foi assassinado, até a hora que fechamos os olhos para dormir em nossos travesseiros de pena de ganso.
Não muito diferente dos antigos e presentes ditadores, hoje vivemos um paradoxo, em que temos, mais uma vez, o ser humano no cerne de toda a Vida no planeta.
Apreciamos a não violência, mas estamos sujos com o sangue derramado em nome da nossa ignorância.

A VEGAN STAFF se apresenta para mostrar que já é tempo de sentarmos para conversar sobre o passado, ainda mais hoje, onde poucas seriam as pessoas que realmente estariam dispostas a buscar o próprio alimento, ao invés de simplesmente pagar para isso...
Com o intuito maior de trazer um caminho alternativo e verdadeiramente ético, agiremos sem medir esforços para salvar Vidas inocentes das garras ferozes de um animal que nem prezas naturais tem para matar nem um pequeno bezerro.
Se fores contra a violência, comece a praticar a NÃO VIOLÊNCIA e comece por aqueles que não tem como olhar em seus olhos e gritar desesperadamente: “Humano, deixe eu assistir o próximo amanhecer!”

A VEGAN STAFF vem através deste manifesto dizer que à partir de hoje, 29 de Maio de 2005 começa a agir em nome dessas Vidas inocentes. E que para isso não mediremos esforços antes de tudo, para passar a informação, pois somos um grupo que acreditamos que ninguém deve ser culpado, sem ao menos conhecer o outro lado. Lutaremos para mostrar o outro lado, e que este lado é altamente válido não só para nós, seres humanos, como para todo o planeta. Feito isso, a escolha será pessoal e intransferível.
Agora consciente de toda a crueldade praticada contra os inocentes, podemos julgar e aplicar sentenças por nós mesmos.